Notícias

Novembro Azul alerta para saúde do homem

01/11/2015

O Novembro Azul é uma campanha mundial, criada na Austrália em 2003, e tem por objetivo conscientizar os homens sobre a importância dos cuidados com a saúde, que vão desde a adoção de hábitos de vida saudáveis até o diagnóstico precoce e prevenção de doenças crônicas, como o câncer de próstata.

Segundo estimativa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista, aumentando o risco de descobrir o câncer em estágio avançado.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a doença é mais incidente do que o câncer de mama e atinge cerca de 60 mil homens todos os anos no Brasil, sendo a neoplasia maligna mais comum no público masculino. Contudo, quando o câncer de próstata é detectado precocemente, o índice de cura ocorre em aproximadamente 90% dos casos.

O urologista do Hospital Universitário da UFPI, Hélder Damásio, reintera que o Novembro Azul é uma campanha mundial que tem como objetivo, não somente rastrear o câncer de próstata, mas alertar sobre os cuidados que o homem precisa ter com a saúde e que a importância do alerta do câncer de próstata se faz por ser a doença mais frequente no sexo masculino, perdendo apenas para o cânceres de pele não-melanoma.

"Com relação à prevenção, infelizmente, não há uma ação ou hábito que possa ser mudado que para prevenir a ocorrência do câncer de próstata, mas é possível fa-zer o diagnóstico precoce", disse.

O câncer de próstata em estágio inicial geralmente não causa sintomas. "A grande ma-ioria dos pacientes com câncer não apresenta sintomas. Os pacientes que apresentam índi-cios, os tem por aumento benigno da próstata ou nos casos de câncer avançado.

Por essas particulares é que nós solicitamos que os homens, acima de 50 anos, façam, pelo menos, uma consulta anual com o urologista", explicou.

Durante a consulta para avaliação da próstata, o urologista realiza o exame do toque retal e solicita a coleta do exame de sangue, chamado PSA. Os exames são feitos separados, o toque retal é feito no consultório e o de sangue é laboratorial.

"Existem situações especiais em que a Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que o rastreamento do câncer de próstata se inicie em uma idade mais precoce, a partir dos 45 anos. São os pacientes que têm histórico de câncer de próstata na família e de raça negra, nesses grupos as chances de surgimento da doença é maior", acrescentou.

 

Fonte: Tribuna Hoje

Dr. Evilásio Farias da Policlínica Taboão

Em Taboão da Serra - SP